04 Março 2012

ÚLTIMA MENSAGEM

Na última mensagem deste blog, em nome de quem ao mesmo dedicou muitas horas dos últimos anos da sua vida, gostaria de agradecer a generosidade daqueles que dispensaram uma pequena parte do seu tempo a acompanhar, com maior ou menor frequência, o Dar-à-tramela.

Criado a 2 de Novembro de 2006 (data da primeira publicação), o Dar-à-tramela constituiu o principal espaço de opinião de um homem que mesmo após retirado da vida activa, continuava ávido de intervir. Era aqui que, nos últimos anos, concretizava a apaixonada necessidade de participação cívica e de intervenção política que, com maior ou menor discrição, o acompanhou em todo o percurso de vida.

Profundo defensor da social-democracia e europeísta convicto, mas verdadeiramente desiludido com a situação actual, nunca se conformou com a política daqueles que na sua opinião seriam, ou serão, os coveiros do estado social que caracterizou a política portuguesa e europeia nas últimas décadas e que distinguia, do ponto de vista civilizacional, o velho continente dos demais. Deixou-nos com a angústia de quem concedeu aos seus netos um difícil e penoso legado.

Era a escrever que melhor expressava o seu saber e sensibilidade. Colaborou com vários jornais locais e foi fundador do Jornal da Praia. Muito do seu tempo era também passado nas leituras. Eça de Queiroz era o seu escritor preferido, sem esquecer Miguel Torga, Machado de Assis e tantos outros. A música materializava o seu sublime sentido estético. Do Jazz à música tradicional portuguesa, da clássica à mais simples, apreciava todos os géneros musicais e mesmo aos 74 anos era capaz de ouvir e entender qualquer tendência musical, desde que daí proviesse a harmonia que o seu requintado ouvido exigia. Encarava o vinho como uma dádiva de Deus.
António Alves Barroso nasceu a 19 de Fevereiro de 1938 na Vila de Salto, concelho de Montalegre, Distrito de Vila Real. Chegou à ilha terceira em Agosto de 1959, para cumprir o serviço militar obrigatório na Base Aérea nº4. Foi na Praia da Vitória, “terra dos seus amores”, que encontrou o motivo da sua eterna ligação a esta ilha, a sua querida mulher Oriana, com quem casou em 20 de Outubro de 1963. Deste casamento, nasceram dois filhos, a Libânia e o Nuno, bem como cinco netos, o Diogo, a Beatriz, o Guilherme, a Laura e a Constança, a menina dos seus olhos, com quem partilhou, estou certo, alguns dos mais felizes momentos nos últimos anos da sua vida!


Em Julho de 1962, após o cumprimento do serviço militar obrigatório, iniciou a sua actividade profissional como especialista administrativo da Comando da Zona Aérea dos Açores, onde trabalhou durante 32 anos. Atingida a idade de reforma, decide regressar a Lisboa, em Janeiro de 1997, onde permanece durante 10 anos, regressando à Terceira em Setembro de 2007, após o falecimento de “sua” Oriana. É em Angra do Heroísmo que passa os últimos quatro anos da sua vida.

Morreu no passado dia 24 de Fevereiro, cinco dias após festejar o seu 74º aniversário, com a honra e dignidade que, para mim, sempre o distinguiu.

Da constança com carinho:)

23 Fevereiro 2012

A ALTERNATIVA A MERKEL-SAKOSY ??

Londres regressa acompanhada ao continente...

Há três meses os continentalistas apontavam, com aquele contentamento néscio que os caracteriza, o isolamento do Reino Unido no projecto salvífico do próximo tratado sem nome, mas com calendário- a única meta que preenche essas mentes. Agora Londres, com a ajuda do primeiro-ministro italiano, reuniu à volta de um documento para- alternativo ao tratado inter-governamental de Merkel-Sarkosy, um significativo grupo de Estados membros como a Irlanda do resgate doce, a nossa vizinha Espanha das manifestações altaneiras , a latina e ladina Itália, as ortodoxas monetaristas como a Holanda e a Finlândia, as sempre resistentes República Checa e Suécia com as continhas em dia. Este grupo de aliados é mais do que uma testa de ponte política. É quase um cerco. Merkel e Sarkozy deixaram de estar à vontade.

FÉRIAS - ESTÁ LANÇADA A CONFUSÃO

clique para aumentar

HÁ FOME NA ESCOLA - SÃO AS CRIANÇAS!!!


  • escolas
    Eduardo Martins
A fome nas escolas não acaba com um copo de leite, uma maçã e uma sandes de queijo, servidos antes de os alunos entrarem na sala, nem a pobreza é fácil de detectar no meio de turmas com 30 alunos. Mas desde o início deste ano lectivo os casos de miséria escondem-se cada vez menos.
Quando as crianças vão ter com um funcionário “a pedir um pão com manteiga” é porque há fome. A conclusão é de Ester Galiano, professora bibliotecária no agrupamento de Marvila, em Lisboa. Quando os professores aproveitam as sobras do refeitório para dar aos alunos, é porque também há fome, acha Vicente Dias, director das escolas Fernando Casimiro Pereira da Silva, em Rio Maior. Quando as cozinheiras da escola D. Martinho Vaz de Castelo Branco fazem um “lanche” para as crianças levarem para casa, é porque há alunos a passar por “muitas dificuldades”, alerta Miguel Cruz, dirigente da associação de pais do agrupamento da Póvoa de Santa Iria, em Vila Franca de Xira. Quando os professores e funcionários da Escola Maria Alberta Meneres, em Sintra, trazem roupa, mochilas e ténis para os alunos não andarem rotos e com frio no recreio, é porque a pobreza já não tem muito
mais lugares onde esconder-se...
E... Para DESGRAÇA MAIOR TEMOS NO PODER A GENTE DA CARIDADEZINHA...

GRÉCIA - NOVO PLANO DE RESGATE

Papademos à esquerda 

Grécia

Europa aprova plano de resgate em que ninguém acredita 

Ao fim de 14 horas de negociações, os líderes da zona euro aprovaram o segundo resgate grego. O acordo retira o pouco que restava de soberania orçamental à Grécia. O país é, oficiosamente, um protectorado europeu e continuará a sê-lo por muito tempo, avisa a própria troika, que alerta para a possibilidade de fracasso da receita. O resgate, que terá ainda de ser ratificado nos parlamentos dos países contribuintes, compra tempo para a Europa se preparar para uma saída da Grécia da zona euro – mas ninguém acredita (na troika, nos mercados, em Berlim e em Atenas) que será cumprido ou que resolverá o problema do país - do i
.Por Bruno Faria Lopes

UM PASTOR CERCADO POR LOBOS...




  • Papa Bento XVI termina visita à Alemanha
    EPA/Lusa
 O Papa Um pastor cercado por lobos, como escreveu o jornal do Vaticano num dos últimos editoriais. Quase a fazer 85 anos, Bento XVI está cada vez mais sozinho e debilitado. Nos últimos tempos vai de papamóvel para todo o lado para evitar esforços. Há quem especule que vai renunciar ao cargo em breve e que está a preparar tudo para ser sucedido por Angelo Scola.
Carlo Viganó Denunciou ao Papa – numa carta que chegou aos jornais – um esquema de corrupção e clientelismo no Vaticano, a que Bertone fechou os olhos. Para alguns, o seu objectivo de Viganó é forçar a renúncia de Bertone. Homem rigoroso, fez muitos inimigos.
Angelo Sodano
Nos últimos dias têm surgido referências a pessoas ligadas ao anterior secretário de Estado, o cardeal Sodano, que pretendem fazer cair Bertone, número dois do Vaticano. Há quem acredite que esse grupo esteja na origem das fugas de informação.
Angelo Scola
É actualmente uma das figuras mais próximas do Papa. Angelo Scola, cardeal de Milão, não morre de amores por Bertone. O ano passado, o número dois do Vaticano opôs-se à sua nomeação para cardeal da arquidiocese de Milão.
Tarcisio Bertone Viganó diz que pode ser um dos corruptos dentro do Vaticano. Bertone ganhou a confiança de Bento XVI e também foi seu número dois na Congregação para a Doutrina da Fé. A sua gestão é criticada: consta que se mete onde não é chamado e a relação com o Papa já teve melhores dias. Magister, um vaticanista, escreveu que o que Bertone tem feito são “invasões de campo de um apreciador de futebol”.
Darío Hoyos
O cardeal colombiano escreveu ao Papa para o avisar de que Paolo Romeo, cardeal siliciano, garantiu numa viagem à China que existirá uma conspiração que tem como objectivo matá-lo num prazo de 12 meses. A carta chegou à imprensa italiana.
Paolo Romeo O cardeal siciliano nega o conteúdo da carta de Darío. E é um homem ambicioso: em 2006 tentou ser eleito presidente da Conferência Episcopal Italiana e chegou mesmo a promover uma consulta aos bispos. Bento XVI desautorizou-o publicamente.

Neutrinos 'mais rápidos que a luz' por... mau contacto?


por DN.ptHoje

Lucia Votano, a diretora do laboratório Gran Sasso, em Itália, onde foram medidos os neutrinos a viajar 'mais rápido do que a luz'
Lucia Votano, a diretora do laboratório Gran Sasso, em Itália, onde foram medidos os neutrinos a viajar 'mais rápido do que a luz' Fotografia © Reuters
O famoso caso dos neutrinos (particulas elementares) registadas a viajar 'mais rápido do que a luz' - em violação da teoria da Relatividade de Einstein - terá sido finalmente esclarecido: duas ligações falhadas deturparam os resultados. A própria equipa que conduziu a experiência admitiu esta semana o erro, noticia a BBC.
O caso foi um verdadeiro 'terramoto' na comunidade científica quando, em Setembro de 2011, os cientistas da experiência Opera - que se realizou entre Gran Sasso, na itália, e o acelerador de partículas do CERN, na Suíça - revelaram ter medido neutrinos a viajar a uma velocidade superior à da luz.
Este resultado é 'proibido' pela teoria da Relatividade, que estipula que este limite de velocidade é intransponível. A maioria dos físicos duvidou de imediato da experiência do Opera, uma vez que as previsões da mais famosa teoria de Einstein têm sido sucessivas vezes confirmadas experimentalmente em mais de meio século.
Os cientistas agora admitiram dois problemas na experiência, que terão deturpado os resultados: um mau contacto no equipamento utilizado para medir o tempo e uma falha numa ligação de fibra óptica.
inda segundo a BBC, em Maio a equipa irá realizar mais testes para determinar exactamente como estas avarias prejudicaram a experiência

O COELHO SACANA

Meus livros: faça uma visita

  • Nas melhores livrarias do país:




  • Poemas meus ditos com tecnologia caseira;)




  • Cursos on line/ganhe dinheiro!!!




  • Siga-me nas redes sociais




  • Copie meu banner e coloque em seu site




  • Envie meu site a um amigo




  • Algarve/Peniche: apartamentos




  • BLOGUES DE AMIGOS AQUI:




  • Portugal Promotional Tourism Film | 2011




  • Porque eu danço?




  • Lisboa: Mapa e temperatura ao vivo




  • Brasil, Paula Fernandes, outros!




  • Perdóname, Perdoa-me, Pablo Alborán con Carminho (versão portuguesa/en portugués)




  • Sobre mim




  • Por ainda andar no ar miasmas  de carnaval, deixamos assuntos carregados e sérios para mais tarde.
    Hoje publicamos uma historiazinha que recebemos via email de um dos nossos amigos, muito ligeira e maneirinha.
    Não deixa por isso de ter o seu segundo sentido para aqueles que lho quiserem dar, claro.
    Até porque, nós somos dos que pensam que...
    há coelhos e coelhos!!!
    O da história era mesmo sacana a valer e por isso concordamos e deve ser dito.
    Leiam e comprovem.
    Um bom fim de semana, com gozo ou não de carnaval, divirtam-se .
    Pois, parafrazeando um ditado que vem do Brasil "a vida são dois dias e o carnaval são três".
    Por isso, embora com cuidado, não hesitem em alegrar a vida continuandoa brincar  ao carnaval.
    Fica aqui então a  historiazinha:
    Numa floresta havia um urso, um coelho e um sapo mágico.A floresta era tão grande que o sapo nunca tinha visto qualquer outro animal em toda a sua vida. Mas um dia viu um urso a perseguir um coelho. O sapo então ordenou que os dois parassem. E disse: - Por vocês serem os dois únicos animais que eu já vi, concederei a ambos três desejos. Urso, pode começar. O urso pensou por um minuto e, sendo macho, disse:- Desejo que todos os ursos da floresta, com excepção de mim, se tornem fêmeas. E o desejo foi concedido.O coelho, pelo seu primeiro desejo, pediu um capacete, foi atendido e imediatamente polo na cabeça. O urso ficou admirado com a estupidez do coelho, desperdiçando um desejo assim. Era a vez do urso fazer um desejo:- Bem, eu desejo que todos os ursos da floresta vizinha também se tornem fêmeas. O desejo foi concedido e o coelho rapidamente pediu uma mota. Prontamente ela apareceu - o coelho subiu e ligou o motor. O urso estava chocado com o coelho a pedir aquelas coisas estúpidas... pois afinal, o coelho poderia ter pedido dinheiro e facilmente comprar uma moto mais tarde... Pelo seu último desejo, o urso pensou um bocado e disse: - Desejo que todos os ursos do mundo, com excepção a mim, se tornem fêmeas. O coelho engatou a 1ª  acelerou e, enquanto saía, gritou:

    - Eu desejo que esse urso seja gay!!!

    Moral da História: Os coelhos são todos uns sacanas!!!