11 fevereiro 2012

MORREU BERTINA LOPES

ALGUMAS OBRAS DE BERTINA
                                                                                                                     
Bertina Lopes
A pintora moçambicana Bertina Lopes, de 86 anos, morreu hoje na sua residência em Roma, noticiou a Rádio Moçambique.  O ministro da Cultura moçambicano, Armando Artur, disse à agência Lusa que o país perdeu "um embondeiro das artes" com a morte hoje da pintora Bertina Lopes. "É uma notícia triste, Moçambique perdeu um embondeiro das artes plásticas e da  cultura. muito reconhecimento e ganhou vários prémios", afirmou.Armando Artur acrescentou que o governo moçambicano vai encetar acções no sentido de garantir a conservação do espólio da artista, "por forma a que possa servir de inspiração para as gerações vindouras". Bertina Lopes ganhou vários prémios internacionais de pintura e expôs em vários países, nomeadamente em Portugal, Estados Unidos e Itália, onde residia há mais de 40 anos. A última aparição pública artística da pintora foi na Bienal de Veneza de 2011.Bertina Lopes será enterrada no sábado no cemitério Santa Maria dos Anjos, onde se costumam realizar funerais de Estado.

mmmm

Baltasar Garzón promete lutar na Justiça contra condenação



Sábado, 11 de fevereiro de 2012,Expresso
O juiz espanhol Baltasar Garzón, que foi condenado a 11 anos de interdição de exercer magistratura, garantiu que vai lutar na Justiça contra a condenação.Baltasar Garzón disse em comunicado que combaterá legalmente contra a interdição de 11 anos no exercício da magistratura que lhe foi aplicada pelo Tribunal Supremo de Madrid, por escutas ilegais.
"Utilizarei os recursos legais apropriados para combater este veredito e recorrerei a todas as ações pertinentes para tentar atenuar o prejuízo irreparável que os autores deste veredito causaram", escreveu Garzón num comunicado.
"Trabalhei contra o terrorismo, o narcotráfico, os crimes contra a humanidade e a corrupção. Nos casos, sempre cumpri com rigor as normas, defendi os direitos dos julgados e das vítimas em situações adversas. Agora, neste processo, meus direitos foram sistematicamente violados", acrescentou o juiz.
Baltasar Garzón, de 56 anos, foi condenado pelo Supremo Tribunal a 11 anos de interdição de exercer magistratura, por ter ordenado escutas de conversas entre detidos e advogados, violando os direitos da defesa, numa investigação a uma rede de corrupção em 2009.
Embora sem elementos para ajuizar a situação de Garzón, não é fácil aceitar que o homem celebrizado por dar caça impiedosa aos criminosos tenha sido condenado a 11 anos de impedimento de exercer as funções que tanto preocupavam os criminosos... que agora devem estar a festejar!...  

CARTA A UM AMIGO

Rapazes, isto é "comunismo"!!!


Carta a um Amigo,
Decorria o ano de 1960 e, em Castelo Branco, no mês de Fevereiro, se bem me lembro, caiu um belo nevão. Cidade fria, como bem sabe, era mais dada a geadas do que à neve, pelo que a malta, à saída do Liceu, aproveitou para fazer umas bolas da dita cuja para atirar aos outros, nomeadamente às garinas. A PSP, que tinha muito menos que fazer do que hoje, pois havia muito menos bandidos, aproveitou para avançar em "cima" dos estudantes, sob o pretexto de que "estavam" a perturbar a ordem pública e afincou, nalguns rapazes, uma belas bordoadas. O Reitor, Dr. José Catanas Diogo, é que também não esteve com meias medidas e toca arengar ao pessoal "Rapazes, isto é COMUNISMO! Isto é COMUNISMO!!!" Julgo que nem ele sabia o que era Comunismo e a malta ainda ficou a saber menos. Na certeza de que, se o "comunismo" era atirar bolas de neve às gaiatas, então todos queríamos ser "comunistas"!!!
Mas a expressão "pegou" e, durante semanas, na galhofa, a frase favorita da malta era "Rapazes, isto é comunismo!!!" Uma risada geral, inconsciente e feliz, que até ajudou a esquecer as nódoas negras dos cassetetes dos PSP. E o Dr. Catanas Diogo deve ter tapado os ouvidos muitas vezes.
Ora, meu caro Amigo, as imagens do "santuário" no caminho do Sul do nosso País, fazem-me pensar que, se o Dr. Catanas por lá passasse e fosse tão ateu como era convicto "situacionista" diria, sem dúvida, "Portuguesas e portugueses, isto é 'inquisicionismo', isto é 'vaticanismo'!!!!!!!!!!!!!!!!!"
Pois bem: o meu querido Amigo é uma pessoa inteligente e sabe perfeitamente que há, por sinal, "inquisição" em Portugal, mas não é a da Igreja. O Sócrates é testemunha e "vitima". E também tem a certeza de que, no Vaticano, nem sabem onde fica o Alentejo, quanto mais o referido "santuário". Assim, só por "cegueira saramaguiana" se pode ver, naquilo que nos que mostrou nas suas simplórias imagens, a mão da Igreja. Como a cegueira que levou o Dr. Catanas Diogo, distinto membro da LP e da MP, a ver "comunistas" nos alegres estudantes do Liceu D. Nuno Álvares Pereira, que brincavam com bolas de neve.
Só lhe agradeço ter-me avivado a memória e, assim, no meu blog, vai ser acrescentada uma nova mensagem de um assunto divertido, que andava pelo esquecimento.
Abração deste que o estima, mas que tem o "defeito" de não estar sempre de acordo consigo, pois tudo tem limites e do direito à diferença eu não abdico. Arda o que arder. Haverá que apontar ao Vaticano coisas bem mais graves, mas não o patrocínio dessa simplória crendice dos populares lá das bandas do sul do Alentejo, a entrar no Algarve. Ou será já no Algarve? Acho exagerado os adjectivos por si aplicados aos "crentes", pois a Liberdade tem consequências. Uma delas é, fortemente, a tolerância para os "desvios" dos outros - e quem os não tem?! - que melhor se "converterão" a quem discordar do que fazem ou do que que crêem com diálogo do que com "chavões" vanguardistas.
Seu Amigo dedicado,
António Serrano
 Novembro, 2009

COM GRAÇA OU SEM ELA

10 fevereiro 2012

SALAZAR É A SUA TIA

"Salazar é a sua tia!"

Durante o debate de quarta-feira no programa "Prova dos 9", Santana Lopes perdeu a calma e respondeu torto a Fernando Rosas depois deste o ter comparado a Salazar. Mafalda Ganhão (www.expresso.pt)

Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/#ixzz1m1QvekSN

A REGIÃO DOURO ASSOCIADA COM A NATIONAL GEEOGRAPHIC

Douro e National Geographic associam-se e criam website para promover a região
A National Geographic Society associou-se à região do Douro e, em conjunto, criaram um website interativo e um mapa impresso (www.discoverdourovalley.com) para «abrir» o Douro ao mundo e torná-lo num destino turístico de excelência.

O projeto Geoturismo - Vale do Douro MapGuide, apresentado hoje em Alijó, pretende divulgar o património, cultura, história e pontos turísticos da região duriense, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da sua economia através de um turismo sustentável.

Os habitantes, organizações comunitárias, empresas locais e agentes de turismo poderão inscrever no website, de forma gratuita até 05 de maio, pontos de interesses a visitar no Douro como quintas, adegas, museus, trilhos pedestres e unidades de alojamento.

Posteriormente, os redatores do website analisarão as propostas e se forem distintivas e exclusivas do Douro serão integradas no portal eletrónico.

A RAPAZIADA CONTENTINHA

GOZAM A VIDA QUE NEM DANADOS

PEÇAS DE LEGO ALIADAS À ARTE

vendida ao Art Institut of Chicago, onde ainda se encontra hoje.
arte, classico, lego, marco, pece, pintura
© Marco Pece aka udronotto.

"O Casal Arnolfini" do flamengo Jan van Eyck tranformou-se também numa obra em peças de Lego. Terminada em 1434, a tela representa o comerciante Giovanni Arnolfini e a sua esposa na sua residência de Bruges (Bélgica). Entre as várias teorias que existem acerca deste quadro, bastante inovador para a época, a predominante é a que afirma que se trata de uma cena do matrimónio secreto do casal. Segundo consta, o pintor flamengo foi um dos convidados secretos do evento e daí a inscrição em latim Johannes de Eyck fuit hic (Jan van Eyck esteve aqui) por cima do espelho que há entre o casal.
O pintor italiano Francesco Hayez e o seu "Beijo" (1859), hoje na Pinacoteca di Brera, em Milão, também foram escolhidos por Pece. Pintado no século XIX, esta foi uma das primeiras vezes em que o beijo aparece representado com tanto destaque nas Belas Artes do mundo ocidental.
Outras obras de artistas famosos foram também recriadas por Pece: Andy Warhol, Edward Munch, Grant Wood, Johannes Vermeer, Raffaello e Leonardo da Vinci são alguns deles. Veja o site do artistano link abaixo

09 fevereiro 2012

Trails in the Azores

PRIMEIRA REACÇÃO DE APOIO ÁS DECLARAÇÕES DE MARTIN SCHLZULZ



Ver vídeo ao fundo desta página com Ana Gomes
A primeira reacção portuguesa de apoio às declarações do presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, chegou precisamente de Bruxelas. A eurodeputada Ana Gomes afirmou que é a “falta de solidariedade europeia” que está a submeter Portugal aos interesses angolanos. E lamentou que Passos Coelho, “sempre obediente e amestrado”, não o diga à chanceler alemã.Tenho a certeza que Martin Schulz, ao apontar para o risco de enfeudamento português ao investimento angolano, está a ter em mente normas básicas da União Europeia em matéria de direitos humanos, promoção de democracia, combate à corrupção, para fazer o mercado interno e as regras da concorrência, responsabilidade social das empresas”, observou, num comentário em vídeo (ver abaixo) gravado na sede do Parlamento Europeu, em Bruxelas.

“É no entanto necessário dizer a Martin Schulz e a todos os amigos alemães, a senhora Merkel incluída, que esse risco é consequência das desastrosas políticas europeias que têm sido determinadas pelo Governo alemão, que empurra Portugal e outros Estados-membros para recursos exteriores à União Europeia (UE), onde interesses contrários aos da UE podem de facto fazer perigar as possibilidades de progresso desses países e do próprio projecto europeu”, acrescentou Ana Gomes.
É isso que se passa também em relação à China. É importante chamar à atenção (...) que é no quadro de ajustamento orçamental que nos é imposto pela União Europeia, com particulares responsabilidades da Alemanha, que Portugal está a vender infra-estruturas críticas, essenciais para a própria segurança nacional e europeia, ao Partido Comunista Chinês”, disse a eurodeputada socialista.
“É fundamental que falemos – como Martin Schulz fala – e que digamos à frau Merkel o que temos a dizer nesta matéria. E explicar em particular que é por falta de solidariedade europeia e alemã, em concreto, para resolver a crise, é por causa das receitas desastrosas que só agravam a crise que têm sido determinadas pela frau Merkel, que Portugal se vê obrigado a se sujeitar a investimentos estrangeiros, alheios à União Europeia, e a ceder o controlo de empresas estratégicas”, continuou. “Era bom que
Passos Coelho dissesse isso à frau Merkel, em vez de se apresentar sempre obediente e amestrado.”
Martin Schulz, que já lamentou a “interpretação errada” das suas palavras, disse num debate sobre o papel dos parlamentos na UE, realizado a 1 de Fevereiro na Biblioteca Solvay, em Bruxelas, que “o futuro de Portugal é o declínio”. Isto depois de referir a visita-relâmpago que o primeiro-ministro português fez a Angola em Novembro, em que este admitiu ir à procura de capital angolano para as privatizações em curso.


MERKLADAS

                                                                         MERKELADAS



Os mais...

 

 

 

Líder do Parlamento Europeu junta-se a






 

 

 Merkel nas críticas a Portugal


Público.pt - há 21 minutos
O presidente do Parlamento Europeu, o alemão Martin Schulz, criticou o facto de Portugal estar a pedir investimentos angolanos, considerando que, assim, ...

Económico

  • Partidos unidos nas críticas a Schulz e Merkel


    Público.pt - há 3 horas
    Da parte do PS, o líder parlamentar Carlos Zorrinho, considerou as ... tendo Nuno Magalhães frisado que as "relações bilaterais cabem a Portugal".




  • Nuno Melo responde às críticas do Presidente do Parlamento Europeu

    Rostos - 1 hora atrás
    Depois das críticas de Martin Schultz à política externa portuguesa, ... ao Presidente do Parlamento Europeu, a recente visita da Chanceler Merkel a Angola, ...

    Rostos




  • Ana Gomes culpa políticas alemãs por “enfeudamento ao investimento ...


    Público.pt - há 2 minutos
    A primeira reacção portuguesa de apoio às declarações do presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, chegou precisamente de Bruxelas.




  • Eurogrupo convoca reunião sobre resgate da Grécia


    Terra Brasil - há 21 horas
    Juncker anunciou o encontro ministerial enquanto Papademos e os líderes dos partidos ... além de estimular países como Irlanda e Portugal a fazerem o mesmo, ...


    EXAME.com




  • Schulz tem «toda a legitimidade» para falar sobre opções de ...


    TSF Mobile - há 4 horas
    A eurodeputada Ana Gomes considera que o presidente do Parlamento Europeu ... ainda uma recente visita de Angela Merkel à China, na qual a líder do governo ...




  • Merkel dá Madeira como exemplo de má aplicação dos fundos estruturais


    Público.pt - Há 1 dia
    A chanceler alemã, Angela Merkel, deu na terça-feira a Madeira como um mau exemplo da ... como sucedeu, na sua opinião, naquela região autónoma portuguesa.
    Declarações de Merkel são de 'grande imbecilidade'Soltodas as notícias (95) »

    A Bola




  • Grécia chega a acordo para evitar quebra, confirma BCE


    Terra Brasil - há 2 horas
    De Frankfurt, Draghi confirmou o acordo realizado entre líderes gregos sobre as ... além de estimular países como Irlanda e Portugal a fazerem o mesmo, ...




  • Cimeira quase inútil


    Zwela Angola Noticias - Há 1 dia
    A chanceler Merkel não abriu mão da sua obsessão financista, continuando a ... François Hollande, líder dos socialistas franceses e candidato a presidente ...


    Diário de Notícias - Lisboa




  • PS: "Considerações" de Schulz sobre política externa portuguesa ...

    Diário Digital - há 4 horas
    O líder parlamentar do PS diz que as "considerações" do presidente do Parlamento Europeu sobrepolítica externa portuguesa são "inapropriadas" e que o ...




  • Mantenha-se atualizado em relação a estes resultados:
     

    O MENTIROSO

    O GRANDE MENTIROSO

    O MAIOR DE TODOS...

    <><><>
    O MENTIROSO
    Passos Coelho disse que  chumbava o PEC IV do anterior Governo porque não se podia pedir mais sacrifícios aos portugueses.          Afinal podia-se porque desde que chegou ao poder não tem feito outra coisa Mentiu.Outra razão para o chumbo do PEC IV era que o partido tinha sido apanhado de surpresa com as medidas lá constantes. Afinal conhecia-as e em detalhe, depois de uma reunião de quatro horas com Teixeira dos Santos.     Mentiu. Durante a campanha, defendeu sempre a redução da Taxa Social Única, garantindo que era uma medida acertada e que o seu governo iria levá-la adiante.   Logo que tomou posse, informou que iria criar uma comissão de análise e avaliação da medida proposta. Ou seja, afinal não tinha tanta certeza sobre a    bondade da   medida. Mentiu. A 1 de Abril, dia das mentiras e em plena campanha eleitoral, garantiu que era uma parvoíce  cortar   nos  subsídios (férias e Natal). Logo que   tomou posse, aplicou um corte no     subsídio de Natal, mesmo para quem não o aufira (como é o nosso caso,      enquanto   trabalhador independente). Mentiu. Este corte no subsídio, que não é mais do que um imposto extraordinário     (enquanto os empresários pagam  menos  impostos,  com a  redução  da   TSU,  os trabalhadores pagam mais), foi justificado com a evolução da situação económica. Ora, esta medida até já estava prevista no programa de governo do PSD e já tinha sido discutida (como revela o Expresso) na semana passada, ainda antes de serem publicamente conhecidos os números de execução orçamental, suposto motivo para o imposto. Mentiu. Passos Coelho justificou ainda este imposto com os números de execução orçamental do primeiro trimestre deste ano. Mas sucede que esses números já eram conhecidos quando a troika  cá veio e analisou as nossas contas. O PSD e o CDS ficaram, então, a conhecê-los. E assinaram o memorando. Mentiu.Passos Coelho prometeu cortar nas despesas. Iria reduzir o número de Ministros, para o efeito. Dos dezasseis do anterior governo, passámos a ter onze. Secretários de estado, que eram vinte e cinco, passaram a ser trinta e cinco. Ou seja, mais despesa. Mentiu.Uma das primeiras medidas de Passos Coelho foi passar os elementos do governo a viajar em classe económica. Afinal, já não pagavam os bilhetes, foi uma medida para eleitor ver. Mentiu.
    Passos Coelho disse que não iria contratar boys para o governo. Miguel Relvas e Marco António Costa, dois dos elementos fortes do aparelho social-democrata, foram dos primeiros a ser contratados, seguindo-se assessores contratados a blogues apoiantes, premiando as batalhas blogosféricas travadas nos últimos anos. E as nomeações dos boys PSD/CDS para a Caixa Geral de Depósitos, e não só? Mentiu Ler mais: http://aeiou.visao.pt/a-caixa-negra-de-jorge-silva-carvalho=f644803#ixzz1lj41BRw3

    08 fevereiro 2012

    A CRUELDADE PERSONIFICADA

    A CRUELDADE PERSONIFICADA
    A crueldade elevada à quinta potência 

    clique no link supra para ver vídeo 



     divulgação deste vídeo exibindo uma criança chinesa de quatro anos, obrigada pelos pais a correr pela neve,  despida, está a causar uma onda de revolta por todo o mundo.
    Estas imagens chocantes mostram a criança a chorar, apenas de cuecas e ténis,  a tiritir de frio  suplicando aos pais  por colo, enquanto os mesmos a obrigam  a percorrer as ruas de Nova Iorque cheias de neve onde a família se deslocou para celebrar o ano novo chinês.
    Os pais não só não reagem às súplicas do filho como ainda o incentivam a deitar-se na neve, porventura para mostrar aos americanos  o que vale um chinês...

    Os americanos deviam ter metido na choldra os progenitores por prática de sevícias no seu território... Era a lição que um país civilizado devia ter dado..., p'ra chinês meditar 
       

    AS MIÚDAS DO ELEFANTE BRANCO SERÃO GENTE DE MELHORES PRINCÍPIOS

    O dolce farniente de Judite...numa pausa das suas diatribes

    Durante anos as entrevistas de Judite Sousa na RTP não passavam de um serviço de urgência laranja, cada vez que uma personalidade do seu partido de família estava em apuros era recuperado para a política pela Judite. As suas entrevistas sempre foram manipulações rascas e a própria jornalista nem sequer tinha o cuidado de o esconder, ficaram famosos os comentários off como os que fez a seguir a uma entrevista a Manuela Ferreira Leite.
    Daí a chamar a si um grande papel no derrube de Sócrates já é arrogância e cobardia a mais, arrogância porque se não fosse ela a entrevistar os banqueiros seria qualquer outra tangerina de serviço, não foi ela que controlou os banqueiros, foram estes que usaram os serviços do seu bordel jornalístico. Cobardia porque teve de esperar seis meses para se certificar de que Sócrates estava morto e enterrado para se vir armar ao pingarelho.
      A entrevista de Judite Sousa ao jornal Público valeu enquanto lição aos portugueses mais
     distraídos se pensavam que podiam confiar nos nossos jornalistas ficaram a saber que as empregadas do Elefante Branco são gente com melhores princípios
    de O Jumento

    NÃO LEIA... ISTO É VELHO DE 75 ANOS

     


     Ferreira Fernandes

    A agência de rating Moody's baixa a nota da Grécia; as taxas de juro explodem; o país declara falência; a população revolta-se; o exército toma o poder, declara-se o estado de urgência e um general é entronizado ditador; a Moody's, arrependida pelas consequências, pede desculpa... "Alto!", grita-me um leitor, que prossegue: "Então, você começa por dizer que vai recapitular e, depois de duas patacoadas que todos conhecemos, lança-se para um futuro de ficção científica?!" Perdão, volto a escrever: então, recapitulemos. Só estou a falar de passado e vou repetir-me, agora com pormenores. A Moody's, fundada em 1909, não viu chegar a crise bolsista de 1929. Admoestada pelo Tesouro americano por essa falta de atenção, decidiu mostrar serviço e deu nota negativa à Grécia, em 1931. A moeda nacional (dracma) desfez-se, os capitais fugiram, as taxas de juros subiram em flecha, o povo, com a corda na garganta, saiu à rua, o Governo de Elefthérios Venizelos (nada a ver com o Venizelos, atual ministro das Finanças) caiu, a República, também, o país tornou-se ingovernável e, em 1936, o general Metaxas fechou o Parlamento e declarou um Estado fascista. Perante a sua linda obra, a Moody's declarou, nesse ano, que ia deixar de dar nota às dívidas públicas. Mais tarde voltou a dar, mas eu hoje só vim aqui para dizer que nem sempre as tragédias se repetem em farsa, como dizia o outro. Às vezes, repetem-se.

    07 fevereiro 2012

    PATRIOTISMO DE LAPELA

    TEOR DE UMA CAIXA DE COMNTÁRIOS SOBRE P.P.C.

    3 Comentários


    AnónimoAnónimo disse...
    é oficial, pedro passos coelho é um tremendo imbecil.
    Seg Fev 06, 09:52:00 PM
    AnónimoRosa disse...
    C'est "le monde à l'envers" selon Louis Aragon... Eu penso que este homem deveria ter a sensatez de não falar daquilo que não conhece ou conhece mal... É dramático...
    Ter Fev 07, 12:37:00 PM
    AnónimoAnónimo disse...
    adorei e permito-me recopiar ..... " Aqui vai um modesto contributo para a educação política de um jovem político que, custe o que custar, finge tão completamente saber do que fala, que até parece que fala sabiamente do que não sabe

    O Gaspar, o Álvaro, as putas do Elefante Branco e o burro do inglês

    É muito pouco provável que nos papers do Vítor Gaspar e amigos haja referências às putas do Elefante Branco ou ao burro do inglês e isso é uma omissão grave porque significa que ignora muito do que move a nossa economia. A política económica deste governo é conduzida por dois ministros, um tem sintomas de loucura e o outro viveu encafuado em gabinetes produzindo papers para os amigos elogiarem.
    A estratégia de empobrecimento forçado do país que Vítor Gaspar decidiu testar pela primeira vez num país usando os seus próprios concidadãos e certificando-se de que regressando ao Banco de Portugal ficaria a salvo das suas próprias decisões, lembra a velha história do burro do inglês, quando já se estava habituando a viver sem comer acabou por morrer à fome. É um pouco o que pode suceder com a economia portuguesa, a dose de empobrecimento forçado foi de tal forma grande que a contracção económica pode levar a que os cofres do fisco acabem por ficar vazios.
    O aumento do IVA nos restaurantes é uma medida que explica bem a ausência de contacto entre o Gaspar e a realidade, basta dar uma volta pela Baixa de Lisboa paras se perceber que os restaurantes andam às moscas apesar de na sua maioria não ter aumentado os preços. É evidente que muita gente prefere levar a marmita com uma refeição em que se usaram produtos com 8% de IVA do que pagar uma refeição com 23%, o que significa que por cada quatro almoços está a pagar um ao Gaspar. Daqui a pouco tempo começaremos a ver restaurantes a fechar as portas e os que as mantêm abertas é pouco provável que não estejam a fugir ao fisco.

    O Álvaro teve a brilhante ideia de introduzir uma novidade nos horários de trabalho que passaram a ter duas componentes, uma mal remunerada e outra de trabalho escravo. A oferta foi tão generosa que até os empresários desconfiaram e sugeriram alternativas mais adequadas ao século em que estamos. Se o Álvaro fosse frequentador de espaços como o Elefante Branco saberia mais de competitividade das empresas portuguesas do que com uma dúzia de doutoramentos na modesta universidade de Vancouver. Saberia que uma boa parte das ajudas que está a dar aos empresários vai acabar nas casas de putas e outros consumos empresariais como pensos higiénicos.

    O Álvaro e o Gaspar são dois bons exemplos de técnicos convencidos de que são eles que moldam a realidade e por isso a podem ignorar e desprezar. O resultado pode ser desastroso com a economia a morrer como o burro do inglês e com muitos dos sacrifícios impostos aos trabalhadores a acabar nas caixas registadoras das casas de putas do país.

    AJUDA ENVENENADA



    Afinal, os 130 mil milhões de euros que teriam de chegar à Grécia antes do fim do mês, para evitar o default, não são exactamente 130 mil milhões de euros. Merkozy exige que parte substancial desse montante fique cativo em conta separada para ressarcir credores. Ou seja, a Europa não quer saber da Grécia para nada. A Europa quer apenas salvar a moeda única. Merkozy preocupa-se com os credores da Grécia, entre os quais se incluem, em posição dominante, bancos alemães e franceses. Se o BPI, que é um peanut nesta história, perdeu quase 204 milhões de euros por exposição à dívida grega, imagine-se o que aconteceria ao Commerzbank... O destino de 12 milhões de gregos parece que  é o lado para que a Europa dorme melhor...
    Hoje, a Grécia está paralisada por uma greve geral convocada pelas duas principais centrais. Entretanto, o primeiro-ministro Papademos (na imagem) pediu um estudo detalhado sobre as consequências do default e da saída do euro. «É uma iniciativa importante, porque o povo grego deve conhecer as consequências da bancarrota e da saída da zona euro...», disse um membro do Pasok

    ENTRUDO & FERIADOS

     



                                                               clique no texto supra para ler bemClique na imagem para ler bem a Cláusula 60.ª do Acordo Colectivo de Trabalho de uma grande empresa. Como todo o clausulado, o n.º 3 é taxativo. Mais vírgula menos vírgula, a quase totalidade dos ACT têm a mesma redacção. Dito de outro modo: a economia real não passa por São Bento.
     

    O CARNAVAL DE PASSOS COELHO

                                                                                          
    Passos Coelho está a falar em directo na Sic-N sobre o «ensino privado». mas já conseguiu voltar ao tema da extraordinária medida que tomou, de acordo com todo o governo(?! (a)), de não conceder tolerância de ponto no dia de Carnaval. Temos agenda política até 21 de Fevereiro, e puxada pelo primeiro-ministro!Por mim prevejo as repartições públicas muito animadas nessa quadra com as crianças do ensino particular que devem estar em férias...a) o respaldo "de acordo com todo o governo" denota a insegurança do p.m...

    MIMINHOS DO RAPAZ QUE ESTÁ NO PSD

    Passos Coelho ao Povo Livre, semanário de capitais angolanos sediados no offshore do Panamá [2]




    Passos Coelho na “entrevista” ao Sol (p. 10):
      Não é preciso ir buscar o dr. Salazar para perceber que os países que querem crescer têm de poder financiar esse crescimento, e que só é possível financiar crescimento com poupança

    CARNAVAL TRISTE DOS ESTAROLAS

    Carnaval triste dos estarolas [1]



    Chico Buarque
    Apesar de Você


    1º Carro alegórico, escola de samba JSD: PM/PPC goza com reformas do Presidente.
    2º Carro alegórico, escola de samba PSD: Presidente ataca governo. Marcelo manda calar cavaquistas.
    3º Carro alegórico, escola de samba Relvas & Relvas Lda.: PPC/PM manda calar PSD. Relvas também quer mandar calar alguém: manda calar R. Mendes
    .4º Carro alegórico, escola de samba de Belém: Cavaquistas contra-atacam e querem carnaval.
    É carnaval, e ninguém leva a mal…

    ENTRUDO & FERIADOS


    clicar no texto para aumentar

    A GRÉCIA À BEIRA DO COLAPSO

    INCENDIAR A EUROPA ...



    A Grécia está à beira do colapso. Amadeu Altafaj, porta-voz do comissário europeu para os Assuntos Económicos e Monetários (Olli Rehn), disse hoje de manhã que tinham sido ultrapassados todos os prazos para negociar o resgate da dívida. Os 130 mil milhões de euros da tranche que não foi desbloqueada correspondem a um terço da dívida grega. Papademos não conseguiu aprovar o novo pacote de austeridade. Entre outras medidas, esse pacote incluía uma redução de 20% no salário mínimo. Giorgos Karatzaferis, líder do partido nacionalista Laos (Laikós Orthódoxos Synagermós), foi claro: «Não vou contribuir para uma revolução que nos vai humilhar e depois incendiar a Europa É trágico que tenha de ser um político de extrema-direita a verbalizar o óbvio. Os conservadores do Partido Nova Democracia também rejeitaram o pacote. Antonis Samaras, o seu líder, afirmou: «Não aceitamos mais recessão nem podemos pedir ao país mais austeridade do que ele pode suportar Os socialistas do Pasok também deixaram Papademos a falar sozinho. Evangelos Venizelos, o ministro grego das Finanças (na imagem), foi claro: «Chegamos ao ponto de não-retorno A questão que se coloca é saber se o país abandona a zona euro.