23 agosto 2010

AS FARSAS DO PCP

Mobilizar o eleitorado, manter coesa a carneirada e... sacar algum!!!
O último congresso do PCP já tinha assumido a necessidade de o partido estar representado nas presidenciais, mas a decisão definitiva foi assumida pelo comité central, na reunião de 11 de Abril, onde ficou decidida "a apresentação de uma candidatura própria às eleições presidenciais de 2011, com o objectivo de [o PCP] afirmar as suas próprias ideias quanto ao papel e funções do Presidente da República, e de contribuir para que seja assegurada na Presidência da República uma intervenção comprometida com a defesa e respeito da Constituição da República, liberta dos interesses e posicionamentos do capital".do i
É a habitual farsa do PCP para, entre outros objectivos, sacar dinheirinho dos impostos dos portugueses através dos subsídios facultados por essas falaciosas e trafulhas candidaturas. Mas é legal!!! Mas é imoral!!!

3 comentários:

Pedro Namora disse...

Farsa do PCP? Porquê? Não tem o Partido direito de, não se revendo em qualquer das outras candidaturas, apresentar a sua? Ou a eleição deveria apenas ocorrer entre Cavaco e Alegre, as duas faces de uma mesma moeda do sistema?
Em que é que a candidatura é falacciosa? E trafulha? Destaca-se ou não por apresentar ideias diferentes?
Seria bom se o senhor estudasse as posições dos comunistas sem deixar que preconceitos lhe diminuissem a visão. Até porque, como ensina Saramago, olhar pode ser diferente de ver. E o pior cego, já se sabe...
Ah, estou certo de que votará no candidato comunista.

Bagonha disse...

Olha!!! Do céu caiu uma estrela. Vão ver que ainda o vamos ver na TV outra vez. Não a falar no caso Casa Pia nem a tecer loas à Sra. D. Catalina Pestana mas sim, de punho bem erguido, a louvar os méritos do camarada candidato à Presidência da República. O Bernardino que se cuide... ...

Anónimo disse...

Resposta a Pedro Namora:
Dito com tal à vontade parece que o simpático Namora não sabe em que mundo vive.Ser comunista ou votar no PCP, tem algo de masoquista. Quem quer votar num partido que fomenta a fome para que as vítimas da dita se levantem para fazerem a gloriosa revolução? E em seguida chegar o regime da côdea racionada?
A.Barroso